O Professor tira dúvidas

Junho 04 2014


-




publicado por OPTD às 09:11
Tags: ,

Junho 02 2014


publicado por OPTD às 09:11
Tags: ,

Junho 02 2014


-




-

publicado por OPTD às 09:09
Tags: ,

Junho 02 2014


publicado por OPTD às 09:04
Tags: ,

Junho 02 2014

-

publicado por OPTD às 08:59
Tags: ,

Junho 02 2014

http://www.umfernandopessoa.com/biografia.html

 

 

http://www.umfernandopessoa.com/o-sino-da-minha-aldeia.html

 

http://www.umfernandopessoa.com/menino-de-sua-matildee.html

 

 

http://www.umfernandopessoa.com/anaacutelises.html

 

-
publicado por OPTD às 08:53
Tags: ,

Abril 12 2014

  

 

Figuras de estilo:

 

 

 

http://www.slideshare.net/miguelfonseca/figuras-de-estilo-1482922

 

http://profpaulo.weebly.com/figuras-de-estilo.html

http://www.notapositiva.com/resumos/portugues/figurasdeestilo.htm

http://esjmlima.prof2000.pt/figuras_estilo/figuras_estilo.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Figura_de_linguagem

 

 

  

 

CF. tag Figuras de Estilo

 

 

Verso cada linha do poema 

 

Metro nº de sílabas métricas por verso (só até à sílaba tónica)

 

Rima

consoante/toante

rica/pobre

cruzada

emparelhada

interpolada

encadeada

interior

 

 

 

Estrofe (quanto ao número de versos)

 

 

publicado por OPTD às 16:32

Abril 12 2014

 

 

A semântica estuda o sentido e as relações entre as palavras.

 

As palavras podem ter um sentido denotativo (literal)

 

Perdi a chave de casa.

 

ou conotativo (figurado)

 

Tens de descobrir a chave deste mistério.

 

Há palavras que podem ter apenas um significado - monossemia: estetoscópio

ou vários significados - polissemia: borracho (pombinho, pessoa bonita, bêbado...)

 

{#emotions_dlg.funchal}Relações semânticas entre palavras

 

  • semelhança

Sinonímia (total ou parcial) quando as palavras têm o mesmo significado ou um significado aproximado)

escrever, redigir, anotar, copiar, registar...

 

Ela morreu de susto. (morrer≠falecer)

 

  • oposição

Antonímia gordo-magro, noite-dia...

 

  • hierarquia (esta relação é bidirecional)

 

Hiperonímia (conceito mais geral)

 

flor: cravo rosa (flor é hiperónimo dos outros 2 termos)

 

 

Hiponímia (conceito mais particular, «é uma espécie de ...»)

 

cão, baleia, pássaro: Animais (cão... é hipónimo de Pássaros)

 

  • parte-todo

 

Holonímia (todo constituído por partes)

Meronímia (partes que constituem um todo)

 

Computador: teclado, monitor, rato... (computador é holónimo de teclado... e teclado... é merónimo de computador)

Corpo humano: mãos, cabeça, braços...

 

 

Campo lexical (termos da mesma área)

 

saia, camisa, sapatos - campo lexical Vestuário

 

Campo semântico (conjunto de sentidos que um mesmo termo pode ter)

 

Bola

de Berlim, estás uma bola, passa a bola de futebol, queres um bola de neve?

 

{#emotions_dlg.portalegre}Processos não morfológicos de formação de palavras:

 

onomatopeia cacarejar

sigla G.N.R.

acrónimo TAP (lê-se como uma palavra)

truncação metro (metropolitano)

extensão semântica rato

empréstimo croissant, pen, futebol, download, wifi

amálgama telemóvel (telefone+móvel)

 

 

 

publicado por OPTD às 15:05

Abril 03 2014

 

Aos sons da língua (fonema) corresponde um sinal escrito (grafema).

O alfabeto português integra vinte e seis letras – <a>, <b>, <c>, <d>, <e>, <f>, <g>, <h>, <i>, <j>, <k>, <l>, <m>, <n>, <o>, <p>,<q>, <r>, <s>, <t>, <u>, <v>, <w>, <x>, <y> e <z>.

 

São três os acentos gráficos em Português e só se usa um acento por palavra:

 

O acento agudo (´) pode assinalar a vogal tónica em palavras esdrúxulas como "sábado", em palavras agudas como "avó", ou pode ser utilizado para assinalar que a vogal de uma sílaba tónica é baixa, isto é, pronunciada com abaixamento do dorso da língua, como em "herói".

 

O acento grave (`) usa-se APENAS na preposição à ou contração desta preposição:

a) à(s); 
b) à(s), àquele(s), àquela(s), àquilo.

 

 

Na palavra "avô", o acento circunflexo (^) assinala a vogal da sílaba tónica e indica que a vogal é média, isto é, pronunciada sem abaixamento ou elevação do dorso da língua. A qualidade média de uma vogal nem sempre é assinalada com acento circunflexo – por exemplo, na palavra "vez", a terminação em <z> é suficiente para marcar a vogal precedente como média, no que contrasta com uma palavra como "vês".

 

Sinais Diacríticos

til (~) marca de nasalidade

cedilha (ç) apenas antes de um a, o, u açaime, açorda, açúcar

 

Sinais Gráficos

hífen (-) translineação, palavras compostas

apóstrofo (') métrica p'ra, títulos de livros n'Os Lusíadas, reprodução da língua oral 'tás bem?

 

Sinais auxiliares de escrita

Sinais gráficos utilizados para separar, assinalar ou destacar elementos de uma frase ou de um texto ou com funções convencionadas em contextos específicos de utilização. Entre os sinais auxiliares mais utilizados incluem-se: parênteses rectos ou colchetes [ [ ] ], parênteses curvos [( )], aspas [« »], aspas altas[ “ ” ], asterisco [ * ], cardinal [ # ], barra oblíqua ( / ) e chaveta [ { } ].

 

Formas de destaque

Itálico títulos de obras, palavras estrangeiras 

Negrito destacar títulos

Sobrescrito Srª. notas, abreviaturas

Subscrito ¸ números, letras, palavras, asterisco

Sublinhado  realçar informação

 

 

 

http://www.slideshare.net/rsn/relao-entre-palavras

 

 

 

 

homónimas - mesma escrita, mesma pronúncia, significado diferente: eu rio, o rio, canto, banco

homógrafas - grafia idêntica, pronúncia e significado diferentes: o carpinteiro pregou o prego, o padre pregou o sermão, besta, demos, dêmos, lobo, pode, pôde, pôr, por, sábia, sabia, sabiá

homófonas - mesma pronúnica, escrita e grafia diferentes: coseu, cozeu, acento, assento, aço, asso, bucho, buxo, cegar, segar, censo, senso, conselho, concelho, era, hera, passo, paço

 

parónimas - significado diferente, palavras parecidas: ilegível, elegível, comprimento, cumprimento, descrição, discrição, emigrante, imigrante, eminente, iminente, moral, mural, mugir, mungir, perfeito, prefeito, rebelar, revelar

 

sinónimos - significado idêntico: bonito, lindo

antónimos - significado contrário: bonito, feio, dar, tirar

 

hiperónimo - palavras de sentido mais global relativamente a outras de sentido mais específico: animais>gato, cão, periquito...

hipónimo - palavras de sentido mais específico relativamente a outras de sentido mais geral: cão, gato, periquito...>animais

 

 

Holonímia 
«Relação de hierarquia semântica entre duas unidades lexicais; uma denota um todo (holónimo) sem impor obrigatoriamewnte as suas prioridades semânticas à outra, considerada sua parte (merónimo)» 
Exemplos «carro/volante – carro estabelece uma relação de holonímia com volante, sem porém lhe impor as suas propriedades; braço/corpo; vela/barco» 

Meronímia 
«Relação de hierarquia semântica entre duas unidades lexicais; uma denotando a parte(merónimo)» e criando uma relação de dependência ao implicar a referência a um todo (holónimo), relativo a essa parte» 
Exemplo 
«A unidade lexical «dedo» (merónimo) implica a unidade lexical «mão» (holónimo)»

 

família de palavras: palavra primitiva - terra>terraço, terrestre, desenterrar, terraplanagem, aterragem

campo semântico: palavras do mesmo tema - planetas, via láctea, sol, estrelas: Universo

 

 

• Pontuação

 

http://www.flip.pt/FLiP-On-line/Gramatica/Sinais-de-pontuacao.aspx

http://criarmundos.do.sapo.pt/Linguistica/pesquisaescrita013.html

 

A importância da Pontuação

 

Um homem muito rico estava extremamente doente, agonizando. Pediu papel e caneta 
e escreveu, sem pontuação alguma, as seguintes palavras:

'Deixo os meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro 
nada dou aos pobres. '

Não resistiu e se foi antes de fazer a 
pontuação. Ficou o dilema, quem herdaria a fortuna? Eram quatro 
concorrentes.

 

 



1) O sobrinho fez a seguinte pontuação:
Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

2) 
A irmã chegou em seguida. Pontuou assim o texto:
Deixo os meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos 
pobres.

3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha 
dele:
Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

4) Aí, chegaram os descamisados 
da cidade. Um deles, sabido, fez esta interpretação:
Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga aconta do padeiro? Nada! Dou aos pobres.

Moral da história: A vida pode ser interpretada e vivida de 
diversas maneiras. Nós é que fazemos sua pontuação. É isso faz toda a diferença...

 

O conto da ilha 
desconhecida

 

José Saramago

 

Um homem foi bater à porta do rei e disse-lhe, Dá-me um 
barco. A casa do rei tinha muitas mais portas, mas aquela era a das petições. 
Como o rei passava todo o tempo sentado à porta dos obséquios (entenda-se, os 
obséquios que lhe faziam a ele), de cada vez que ouvia alguém a chamar à porta 
das petições fingia-se desentendido, e só quando o ressoar contínuo da aldraba 
de bronze se tornava, mais do que notório, escandaloso, tirando o sossego à 
vizinhança (as pessoas começavam a murmurar, Que rei temos nós, que não atende), 
é que dava ordem ao primeiro-secretário para ir saber o que queria o impetrante, 
que não havia maneira de se calar. Então, o primeiro-secretário chamava o 
segundo-secretário, este chamava o terceiro, que mandava o primeiro-ajudante, 
que por sua vez mandava o segundo, e assim por aí fora até chegar à mulher da 
limpeza, a qual, não tendo ninguém em quem mandar, entreabria a porta das 
petições e perguntava pela frincha, Que é que tu queres. O suplicante dizia ao 
que vinha, isto é, pedia o que tinha a pedir, depois instalava-se a um canto da 
porta, à espera de que o requerimento fizesse, de um em um, o caminho ao 
contrário, até chegar ao rei. Ocupado como sempre estava com os obséquios, o rei 
demorava a resposta, e já não era pequeno sinal de atenção ao bem-estar e 
felicidade do seu povo quando resolvia pedir um parecer fundamentado por escrito 
ao primeiro-secretário, o qual, escusado se ria dizer, passava a encomenda ao 
segundo-secretário, este ao terceiro, sucessivamente, até chegar outra vez à 
mulher da limpeza, que despachava sim ou não conforme estivesse de maré.

Contudo, no caso do homem que queria um barco, as coisas não se 
passaram bem assim. (...)

 

http://www.releituras.com/jsaramago_menu.asp

 

 

• Ortografia

 

http://cvc.instituto-camoes.pt/index.php?option=com_forca&Itemid=173 jogo da forca

 

 

http://escola.eb23-dr-ruy-andrade.rcts.pt/images/stories/flash/acordoortografico_653da239ce16a79ae75b83f89bab4037.swf

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ajuda:Guia_de_edi%C3%A7%C3%A3o/Usar_o_acordo_ortogr%C3%A1fico

 

http://www.abril.com.br/noticias/quiz-portugues-novo-acordo-ortografico/

 

Ver tag Acordo ortográfico para mais

 

http://guida.querido.net/jogos/portug/ordalf-1.htm ordem alfabética

 

(...)

 

publicado por OPTD às 08:25

Abril 02 2014

 

 

A morfologia estuda a estrutura interna das palavras e a formação de novas palavras.

 

palavra simples - tem apenas um radical (raiz, a parte da palavra que nunca se altera, retirados todos os afixos, a vermelho na imagem) e os sufixos de flexão

palavra complexa - palavra com mais do que um radical. Pode ser derivada ou composta.

 

afixos - elementos que se agregam uma forma de base (a rosa na imagem):

prefixo - afixo à esquerda da forma base  in+feliz

sufixo - afixo à direita da forma base feliz+mente

interfixo - afixo de ligação inset+i+cida

 

 

 

{#emotions_dlg.snob}Processos morfológicos de formação de palavras

 

flexão - variação ocorrida nas palavras variáveis apenas:

  • nominal e adjetival

número casa, s

género aluno, a

grau carro, inho

caso ele-suj, o- cd, lhe- ci

 

  • verbal

 

tempo Presente...

modo Indicativo...

pessoa 1ª...

número Singular

 

Em Português há 3 conjugações:

 

1ª em -a falar

2ª em -e ler

3ª em -i refletir

 

Os verbos podem ser:

 

regulares - sem alteração do radical amar eu amo, tu amas...

irregulares - com alteração do radical fazer eu faço, tu fazes... trazer

defectivos - não se conjuga em todas os tempos ou pessoas abolir, colorir, falir, ruir

defectivos impessoais - chover, haver 3ª p sg Choveu muito hoje.

defectivos unipessoais - vozes de animais (3ª p sg/pl)  Os lobos uivaram esta noite.

 

 

palavras primitivas aqua>água... aguadeiro, desaguar... (derivadas da primitiva)

 

 

1. Derivação

 

 

Prefixação desfazer

 

Sufixação rapidamente, felizardo, pequenino...

 

prefixação e sufixação infelizmente

 

Parassíntese anoitecer, envelhecerrepatriar, amanhecer, embainhar (a prefixação e sufixação ocorrem em simultâneo, um afixo não pode estar sem o outro)

 

Às vezes temos uma vogal/consoante de ligação agua d eiro, cafe z inho, cafe t eira...

 

Derivação não afixal (regressiva)(verbos>Nomes)

caçar-caça, censurar-censura, atacar-ataque, tocar-toque...

 

Conversão (derivação imprópria)

mudança na classe da palavra, mas ausência de qualquer alteração formal

 

O jantar estava ótimo! N

Vens jantar comigo? V

 

 

2. Composição

 

Morfológica associação de dois radicais ou um radical e uma palavra (muitas vezes unidos com as vogais de ligação - o, socioeconómico ou i, raticida, com ou sem hífen)

 

bio+logia

geo+grafia

neuro+cirurgia

luso-brasileiro

 

 

 

Morfossintática associação de palavras, dois ou mais nomes, adjetivos...

 

 

guarda-costas 

cor-de-rosa

feijão-frade

águia-macho

 

 

 

  

publicado por OPTD às 19:16

Um blogue de apoio às minhas aulas e a todos os que gostam de Português, Francês e tudo... Desde 2008.
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO