O Professor tira dúvidas

Janeiro 06 2015

http://images.portoeditora.pt/getresourcesservlet/image?EBbDj3QnkSUjgBOkfaUbsI8xBp%2F033q5Xpv56y8baM7%2FkZ4M0DR1rjeNi5%2B6OltI&width=440

ppt introdução a Ulisses

http://pt.slideshare.net/jomaferreira/introduo-ao-texto-ulisses-de-maria-alberta-menres

ppt obra integral

http://pt.slideshare.net/isabelamd/maria-alberta-menresulisses?qid=5b622709-9603-4257-b1f5-9d1398f8302b&v=default&b=&from_search=1

guião de leitura

http://pt.slideshare.net/isabelamd/guio-de-leitura-ulisses-p6-pdf?related=1

Jogo

http://pt.slideshare.net/FtimaRocha/quem-sabe-mais-sobre-ulisses?related=2

 

 

publicado por OPTD às 15:05

Janeiro 06 2015

Texto em pdf

https://cld.pt/dl/download/cc712223-0e78-4d36-8636-c7b265a2143b/A%20VI%C3%9CVA%20E%20O%20PAPAGAIO%20%281%29.pdf

 

 

 

ppt

http://pt.slideshare.net/aluno8007/a-viva-e-o-papagaio-42342152?next_slideshow=1

Resumo ilustrado

http://issuu.com/biblioteia/docs/a_viuva_e_o_papagaio..pptx

 

 

publicado por OPTD às 11:38

Outubro 25 2014

Irmãos Grimm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Irm%C3%A3os_Grimm

 

Contos escolhidos

http://www.grimmstories.com/pt/grimm_contos/os_sete_corvos

http://www.grimmstories.com/pt/grimm_contos/as_tres_linguagens

 

Mais contos

http://www.grimmstories.com/pt/grimm_contos/index?page=1

publicado por OPTD às 17:17

Outubro 20 2014

 

http://www.portoeditora.pt/educacao-literaria?utm_source=news1&utm_medium=email&utm_campaign=Educa%C3%A7%C3%A3o%20Liter%C3%A1ria

 

 

publicado por OPTD às 21:19

Outubro 20 2014

Autor

António Alves Redol nasceu a 29 de Dezembro de 1911, em Vila Franca de Xira e faleceu a 29 de Novembro de 1969, em Lisboa. Romancista e dramaturgo, filho de um pequeno comerciante ribatejano, obteve um curso comercial, conheceu em Angola a pobreza e o desemprego e desenvolveu em Lisboa várias actividades profissionais. Militante do partido comunista e empenhado na luta de resistência ao regime salazarista, compreendeu a literatura como forma de intervenção social, sendo um dos seus primeiros romances, Gaibéus , considerado um dos textos literários fundadores da narrativa neo-realista. Ao longo de uma longa e coerente produção literária, Alves Redol trouxe para o romance personagens, temas e situações, ignorados pela literatura, postura que lhe valeu, simultaneamente, o êxito junto de um grande público e o ataque impiedoso da crítica, que apontava como deficiências de escrita a linguagem simples da sua prosa e o esquematismo das tramas romanescas. Acusações que pareciam corroboradas pela despretensão e modéstia literárias manifestadas pelo autor nas epígrafes das suas obras, como sucede em Gaibéus , precedido do aviso de que "Este romance não pretende ficar na literatura como obra de arte. Quer ser, antes de tudo, um documentário humano fixado no Ribatejo. Depois disso, será o que os outros entenderem". No prefácio a Barranco de Cegos (Lisboa, 1970), Mário Dionísio compara o destino da obra de Redol ao dos romances de Zola, que ao escolher temas malditos, como o operariado e os conflitos sociais, recebeu durante anos a aversão dos críticos, até ser redescoberto em leituras inovadoras que revelaram a estrutura épica dos seus romances e a reformulação de mitos contemporâneos nessa prosa chocante, intensa, por momentos quase surrealista.

 

obra

http://pt.slideshare.net/isabelamd/a-vida-mgica-da-sementinha

publicado por OPTD às 08:28

Outubro 17 2014

Autor e obra

http://amota.gailivro.pt/index.php?module=autor

Texto e questionário

http://segundociclo.webnode.pt/news/pedro-alecrim/

publicado por OPTD às 11:04

Outubro 06 2014

Biobibliografia

http://www.portoeditora.pt/campanhas/sophia-de-mello-breyner-andresen

 

 

Resumo

http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Rapaz_de_Bronze

PPT

http://pt.slideshare.net/biblevante/o-rapaz-de-bronze-6-c?qid=3bc17f4e-4e63-46c6-a290-a26b83280532&v=qf1&b=&from_search=2

http://pt.slideshare.net/biblevante/o-rapaz-de-bronze-7364583

Guião de leitura

http://saberportugues.pbworks.com/w/file/fetch/62570232/ORapazDeBronze_gui%C3%A3o_de_leitura.pdf

http://pt.slideshare.net/beebgondomar/rapaz-de-bronze-26285313?qid=3bc17f4e-4e63-46c6-a290-a26b83280532&v=qf1&b=&from_search=1

Obra em pdf

http://stor.pt.cx/bib/files/2013/03/O_Rapaz_de_Bronze.pdf

 

As flores dançaram toda a noite até que se ouviu o cantar do galo e todos voltaram aos seus lugares. Florinda despediu-se do Rapaz.

No dia seguinte, Florinda dormiu até tarde e quando contou à amigas, elas pensaram que a festa tinha sido um sonho.

Florinda volta ao jardim, mas o Rapaz não fala, nem as flores e ela pensa que terá sido mesmo um sonho.

Passaram muitos anos, e Florinda cresceu. No dia dos seus 15 anos, numa noite de maio, a mãe pediu-lhe para ir a casa do jardineiro e ao atravessar o jardim lembrou-se da festa.

Encontrou o Rapaz de bronze:

_Lembras-te de mim?

_ Lembro-me de ti, lembro-me de ti! Lembro-me de tudo...

_As coisas extraordinárias e as coisas fantásticas também são verdadeiras. Porque há um país que é a noite e um país que é o dia.

_ Como o mundo é maravilhoso!

E deu a mão ao Rapaz de bronze e foram os dois através do jardim.

Vídeo

https://www.youtube.com/watch?v=2BSTPCPqqH8#t=49

Análise da obra e vocabulário

http://escolovar.org/conto_sophia_rapaz-de-bronze_mapeamento.pdf

Versão para teatro

http://www.pamf.edu.pt/bepamf/OrapazdeBronze.pdf

Para quem quiser

http://www.wook.pt/ficha/o-rapaz-de-bronze/a/id/14875028

 

Questionário

Completa com a informação de cada capítulo:

I

1. a história passa-se num...

2. os gladíolos achavam-se...

3. as tulipas são flores...

II

4. a dona da casa decidiu...

5. à noite, as flores...

6. o Gladíolo nunca tinha visto...

7. o snob é comparado a...

8. a festa só podia ser autorizada pelo...

9. a última flor da comissão de organização era a...

III

10. o Gladíolo convidou as flores através das...

11. glicínia, gipsofila e begónia são...

12. a Tulipa não é muito...

13. o Rapaz autorizou a festa, mas só se...

14. as flores decidiram convidar uma humana, a...

15. a filha do jardineiro é comparada a uma...

IV

16. Florinda já conhecia o... do jardim.

17. Florinda sentou-se numa...

18. a Tulipa não quis dançar com o Gladíolo, porque...

19. quando acordou, Florinda pensou que tudo tinha sido um...

20. Florinda voltou a ver o rapaz quando ela tinha... anos.

21. o Rapaz de Bronze disse-lhe que há um país que é a noite e um país que...

22. a narrativa acaba com os dois a...

 

 

 

 

 

 

publicado por OPTD às 21:11

Junho 19 2014

http://cdn.gave.min-edu.pt/files/557/PF-Port91-Ch1-2014-CC.pdf

 

Agora é esperar...

 

publicado por OPTD às 22:45
Tags:

Junho 08 2014

Segunda 15.10 sala 19

Quarta 13.30 Sala 19 a confirmar

 

Sugiro que vejam as últimas provas:

 

http://japassei.pt/admin/..%5Cficheiros_materias%5CProva%20Final%20de%20L%C3%ADngua%20Portuguesa%20do%209%C2%BA%20ano%20-%202013%20-%201.%C2%AA%20Chamada.pdf

 

http://japassei.pt/admin/..%5Cficheiros_materias%5CProva%20Final%20de%20L%C3%ADngua%20Portuguesa%20do%209%C2%BA%20ano%20-%202013%20-%202.%C2%AA%20Chamada.pdf

 

 

 

publicado por OPTD às 18:40

Junho 04 2014

http://www.japassei.pt/exames-e-provas/provas-finais---lingua-portuguesa---9-ano

 

http://www.japassei.pt/espreitar-conteudos-indices/indice-de-lingua-portuguesa-de-9-ano

 

LIBERDADE

 

Ai que prazer
não cumprir um dever.
Ter um livro para ler
e não o fazer!
Ler é maçada,

ESTUDAR É NADA.
O sol doira sem literatura.
O rio corre bem ou mal,
sem edição original.
E a brisa, essa, de tão naturalmente matinal
como tem tempo, não tem pressa...

 

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.

 

Quanto melhor é quando há bruma.
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!

 

Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

 

E mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças,
Nem consta que tivesse biblioteca...

 

Fernando Pessoa

publicado por OPTD às 22:12

Um blogue de apoio às minhas aulas e a todos os que gostam de Português, Francês e tudo... Desde 2008.
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO