O Professor tira dúvidas

Julho 19 2009

 

Ficha de trabalho n.º
Disciplina: Língua Portuguesa
Tema – Leitura
Ano/turma:
Professor:
Data:
Cavaleiro da Dinamarca
Lê atentamente o seguinte excerto de O Cavaleiro da Dinamarca:
 
(pp. 42 a 43 da  54ªed)
 
Sophia de Mello Breyner Andresen, O Cavaleiro da Dinamarca
1. O Cavaleiro “viajava agora com pressa”. (linha 1)
1.1. Identifica a peripécia que impede que o Cavaleiro continue a sua viagem.
2. O delírio do Cavaleiro, provocado pela doença, recai sobre alguns dos locais por onde ele passou.
2.1. Identifica-os.
2.2. Explica como esses locais se transformam em obstáculos que impedem o Cavaleiro de prosseguir viagem.
3. No 2.º parágrafo, o narrador mostra não estar seguro das causas da doença do Cavaleiro.
3.1. Selecciona dois vocábulos que comprovem a sua incerteza.
4. Os frades recorreram a produtos naturais para tratarem o Cavaleiro.
4.1. Na tua opinião, este tipo de tratamento natural era esperado? Porquê?
5. Refere o adjectivo que caracteriza o Cavaleiro tendo em conta cada uma das seguintes expressões:
5.1.Então o Cavaleiro quis seguir viagem...” (linha 16).
5.2.…admirando nas paredes as suaves pinturas dos frescos que contavam milagres maravilhosos dos santos.” (linhas 21e 22).
6. Observa a descrição do convento feita no 6.º e 7.º parágrafos.
6.1. Enumera os elementos referidos desse espaço.
6.2. Caracteriza o ambiente vivido no convento.
6.3. Identifica três recursos utilizados pelo narrador nesta descrição, exemplificando com expressões textuais.
7. Resume o assunto do excerto (12 a 15 palavras).


 
Ficha de trabalho n.º
Disciplina: Língua Portuguesa
Tema – Leitura
Ano/turma:
Professor:
Data:
Compreensão de leitura: Arroz do Céu
A – Assinala a afirmação verdadeira (V) ou falsa (F).
1. Toda a história se passa nas longas galerias do subway da cidade de Nova Iorque. [__]
2. Ao longo dos passeios de Nova Iorque existem grandes respiradouros gradeados que comunicam com as galerias do subway. [__]

3. Os garotos, que brincavam na rua, chegavam a entrar no metro (subway) para apanhar as moedas que para lá rolavam. [__]
4. O limpa-vias é um emigrante que varre as ruas da cidade e as galerias do metro. [__]
5. Este emigrante mal sabia falar inglês, embora o compreendesse. [__]
6. A todo o comprimento do passeio onde se situava a igreja de São João Baptista e do Santíssimo Sacramento havia respiradouros do subway. [__]
7. O arroz lançado aos noivos pelos convidados, no fim do casamento, caía em cima dos respiradouros e acabava por deslizar para dentro da galeria do metro. [__]
8. A primeira vez que o limpa-vias se apercebeu do arroz derramado no chão, interrogou-se: donde é que viria tanto arroz? [__]
9. Um dia, mesmo receando ser visto, apanhou o arroz do chão e levou-o para casa, num pequeno saco. [__]
10. A mulher do limpa-vias ficou assombrada com a quantidade do arroz. [__]
11. A partir deste momento, o arroz passou a ser uma ajuda para a família, sobretudo no bom tempo, pelo Verão. [__]
12.Como o arroz caía do Alto, o limpa-vias acreditou que ele era enviado pelo Céu como uma bênção de Deus. [__]
13. Todas as noites, como sempre fizeram, o limpa-vias e a sua mulher rezavam ao Senhor, mas agora para agradecer a ajuda. [__]


 
Ficha de trabalho de verificação de leitura n.º
Disciplina: Língua Portuguesa
Tema – Leitura
Ano/turma:
Professor:
Data:
Compreensão de leitura: O Cavaleiro da Dinamarca
A –Assinala as afirmações verdadeiras (V) ou falsas (F).
1. A acção do conto “O Cavaleiro da Dinamarca” passa-se há muitos séculos atrás.
2. O Cavaleiro e família viviam na floresta, no extremo Norte da Dinamarca.
3. A personagem é designada de acordo com o seu nome próprio.
4. Em frente da porta da casa do cavaleiro havia uma grande tília que era a árvore mais alta da floresta.
5. A maior festa do ano era o Natal.
6. Na noite de Natal, o Cavaleiro sentava-se à mesa apenas com a sua família.
7. Terminada a ceia, contavam-se histórias e lendas de lobos, ursos, gnomos e anões.
8. As mais belas histórias eram as dos Reis Magos, dos pastores e dos Anjos.
9. Certo Natal, o Cavaleiro comunicou à família que partiria em viagem de negócios para a Terra Santa.
10. O Cavaleiro prometeu à sua família que dentro de dois anos, precisamente no dia de Natal, estaria de regresso a casa.
11. Na noite de Natal, o Cavaleiro dirigiu-se para a gruta de Belém e rezou toda a noite onde os Reis Magos adoraram a criança acabada de nascer.
12. Convidado pelo Mercador, o Cavaleiro seguiu para Veneza, cidade construída sobre as águas.
13. No palácio do Mercador, o cavaleiro conhece Vanina, a mais bela rapariga de Veneza, e o seu namorado Guidobaldo.
14. Vanina e Guidobaldo casaram na pequena capela dos marinheiros, embarcaram num navio e nunca mais foram encontrados.
15. Em Florença, o Cavaleiro foi recebido pelo banqueiro Averardo, seu amigo de longa data.
16. Durante um jantar, em casa do banqueiro, Filippo contou a história de Giotto e do seu discípulo Cimabué.
17. Giotto, o maior poeta de Itália, escreveu um maravilhoso livro chamado “A Divina Comédia”.
18. Dante, torturado pela morte de Beatriz, desceu ao Inferno, percorreu o Purgatório e visitou o Céu onde se encontrou com Beatriz.
19. Em Génova, o Cavaleiro adoeceu gravemente. Foi recebido pelos frades de um pequeno convento onde foi tratado.
20. Em casa do marinheiro português, Pêro Dias, o Cavaleiro, ouve surpreendido, as espantosas aventuras das expedições dos portugueses, no novo mundo.
21. Em Novembro, o Cavaleiro decidiu voltar ao seu país por mar, mas ninguém se arriscava a viajar para norte com medo dos gelos e dos temporais.
22. Para manter a promessa que tinha feito à sua família, o Cavaleiro inicia uma longa e penosa viagem de regresso por terra.
23. No dia 24 de Dezembro, a proximidade da sua casa fazia-o esquecer o cansaço e o frio.
24. Apesar dos lenhadores alertarem o Cavaleiro dos perigos que corria em atravessar a floresta durante a noite, ele continuou a sua viagem.
25. Perdido na noite e no labirinto da floresta, o Cavaleiro rezou a oração dos Anjos – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade.
26. O milagre aconteceu! O clarão de uma fogueira, que foi ateada por um lenhador, guiou o Cavaleiro até à sua casa.
27. Maravilhado, o Cavaleiro viu, junto a sua casa, a maior árvore da floresta enfeitada com pequeninas estrelas pelos seus filhos.

 

 

netprof

publicado por OPTD às 11:10

Um blogue de apoio às minhas aulas e a todos os que gostam de Português, Francês e tudo... Desde 2008.
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
15
18

25

30
31


links
pesquisar
 
blogs SAPO