O Professor tira dúvidas

Junho 10 2011

 

 

~

 

~http://contameumconto.blogs.sapo.pt/5346.html

 

 

~http://contameumconto.blogs.sapo.pt/5346.html 

 

~

 

Vídeo

 

 

 

 

 Texto

 

 http://contameumconto.blogs.sapo.pt/5346.html

publicado por OPTD às 13:45

Junho 10 2011

 

~

 

 

 

~

 

 

 

 

 Fotos de simulações relativas a actividades promovidas pelo voluntário de Junior Achievement Portugal

 

 

 

publicado por OPTD às 13:44

Junho 01 2011
~
~
publicado por OPTD às 19:37

Novembro 28 2009

Amadora BD 2009 - De 23 de ...

 

Foi um dia muito bem passado. Portaram-se lindamente. Vejam o vídeo do Victor em

 

http://www.youtube.com/watch?v=XoUVYWyD73Q

 

e os nossos «desenhos» no átrio da escola.

 

 

 

 

 

 

publicado por OPTD às 21:20

Junho 17 2009

 

Anjos e Demónios
Dan Brown 
Anjos e Demónios apresenta-nos a personagem de Robert Langdon, professor de iconologia religiosa e história da arte na
Universidade de Harvard. À medida que os acontecimentos se desenrolam, ele é acordado por um telefonema de Maximilian Kohler, o director do CERN, o maior centro de investigação científica do mundo situado em Génova, Suíça. Um dos seus maiores físicos fora assassinado e tinha a palavra "Illuminati" marcada no peito. Como Langdon é um perito na
antiga sociedade secreta conhecida como Illuminati, é-lhe pedida ajuda na resolução deste assassinato. O avião ultra-moderno X-33 transporta Lagdon de Massachusetts até à Suíça em pouco mais de uma hora.

A víctima assassinada é Leonardo Vetra que, além de ser um dos principais físicos do mundo, é também um padre Católico. Ele é um padre que adoptou uma filha, Vittoria, que é também cientista no CERN. Isto era a maior suspensão de descrença para mim, um homem que é padre, pai e um físico de topo, mas aceitar isto é abrir caminho para o desenrolar da história. Vetra e a sua filha estavam a usar o maior acelerador de partículas do mundo para criar antimatéria para depois a reterem em vasilhas para que esta não interagisse com a matéria.

Se uma vasilha for retirada do sistema eléctrico que mantém a matéria e antimatéria separadas são accionadas baterias de substituição durante 24 horas. Quando as 24 horas expirarem, ambas colidirão provocando uma explosão instantânea com uma força poderosa, sem precedentes. Leonardo Vetra criou a antimatéria para simular o Big Ben. Do seu ponto de vista, isto provaria que Deus existe, sendo capaz de criar nova matéria e antimatéria da mesma forma que Deus criou o universo. No entanto, o assassinato de Vetra permite que uma das vasilhas seja roubada. A dúvida sobre a identidade do ladrão e o destino que dará ao recipiente será esclarecida em breve.

Este recipiente é rapidamente descoberto numa câmara de segurança na Cidade do Vaticano, com o seu relógio em contagem decrescente à medida que a bateria se esgota. Entretanto, a câmara de segurança não é encontrada e, assim, também o paradeiro da própria vasilha é um mistério. Langdon e Vittoria Petra são rapidamente enviados para a Cidade do Vaticano, em Roma, para ajudarem a encontrar a vasilha e devolvê-la ao CERN antes que exploda, à meia-noite. Não só existe a ameaça da vasilha destruir a Cidade do Vaticano como, com a recente morte do Papa, os cardeais da Igreja Católica encontram-se reunidos no conclave para a escolha do novo Papa. Eles estão prestes a isolarem-se no interior da Capela Sistina onde, de acordo com as regras da Igreja, terão de permanecer até um novo Papa ser escolhido. Eles aguardam o preferiti, os quatro cardeais de quatro países europeus diferentes que são os candidatos preferenciais a tornarem-se no novo Papa.

Enquanto Langdon e Vittoria tentam convencer o capitão da Guarda Suíça e o camerlengo, o substituto do Papa que lidera a Igreja até ser escolhido novo Papa, que a bomba antimatéria é real, é recebida uma chamada de um homem que se intitula pertencer à Illuminati. Ele tem os quatro cardeais, que ameaça matar um a um e permitir que a bomba destrua a Cidade do Vaticano, que inclui não só a hierarquia da Igreja, mas também as suas posses e riquezas. Ele não tem exigências; o seu único desejo é destruir a Igreja Católica como resposta ao tratamento que a mesma tem dado aos cientistas e à Illuminati ao longo dos séculos. Langdon e Vetra estão numa corrida contra o tempo. Eles pesquisam em arquivos e mistérios antigos para encontrarem pistas, que requerem bastantes conhecimentos prévios em história da arte e simbologia religiosa. Isto faz de Lagdon o guia mestre desta viagem pelo conhecimento inato e académico, dando o seu melhor para educar sem parecer superior com a sua própria inteligência.

Tal como o Codigo da Vinci, Langdon percebe o suficiente sobre cada mistério para ir à procura das peças necessárias para resolver cada puzzle, que o leva ao próximo. Vittoria é bonita, forte e determinada em vingar a morte do pai e evitar que a vasilha exploda. Ambos estão constantemente um passo atrás da Illuminati e, uma vez que se torna claro que a Guarda Suíça e a Cidade do Vaticano foram penetradas pela sociedade antiga, eles não sabem em quem confiar. Isto leva-os até igrejas, fontes, criptas, passagens esquecidas ou secretas e catacombas. A morte espreita-os em cada esquina, de uma forma ou de outra.

«Pedro Melo», 7º B

publicado por OPTD às 11:40

Junho 17 2009

AJUDAR!
 
                                    Quando uma pessoa
                                    Tem muito dinheiro
                                    Não sabe o que fazer
                                    Será que num letreiro
                                    Se pode escrever
                                    "Doamos dinheiro
                                    A quem não o tem".
                            
                                    Quando fazemos
                                    Tudo isto será,
                                    Será para quê?
                                    Para ficarmos famosos,
                                    E nos escolherem,
                                    Ou seremos generosos,
                                    Para nos reconhecerem.
 
                                    E o que devemos fazer?
                                    É de certo ajudar
                                    As pessoas que precisam
                                    E nunca parar.
 
 



                                          PESSOA
 
                                  Boa pessoa será que existe,
                                  Será que é mentira,
                                  Imaginação,
                                  Será que delira,
                                  Essa pessoa deve ter bom coração?
 
                                  Sempre quis ser boa pessoa
                                  Mas não sei se consigo.
                                  Serei honesta?
                                  Senão qual será o meu castigo?
 
                                  Serei forte, meiga
                                  Serei rude,boa.
                                  Qual será o
                                  Meu tipo de pessoa? 
 
                                                                  Catarina Jorge - nº4 - 7º B
          
                                                          EB 2,3 Marquesa de Alorna -Lisboa
 

publicado por OPTD às 11:38

Junho 13 2009

 

 
 João Rebelo, 7º E
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A vida  tem os seus momentos, torne-os
inesquecíveis com as jóias da  Pandora
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Agora com as jóias da Pandora, vai poder guardar todas as suas recordações apenas numa pulseira. Pode ser encontrada em todas as joalharias, compre na mais próxima de si.
 
Ligue:214 257 200

 

publicado por OPTD às 11:07

Junho 10 2009

 

Joana Viana
7º C, nº 14
Amizade...

A amizade é um desejo perdido,
uma alma desejada
a mão de um amigo,
numa vida fracassada.
 
A amizade é nos bons e nos maus momentos,
ser sempre um ombro amigo,
no meio de muitos sofrimentos,
estarei sempre contigo!
 
Ser amigo é ajudar,
quem está a sofrer,
 uma alma desesperada,
que tem muito para aprender.
 
Alegria

Estar alegre
é saber viver,
para quê chorar,
com tanto p'ra aprender?
 
Alegria é um sorriso,
na cara de uma criança,
a mão de um amigo,
uma nova esperança.
 
Quando estou alegre
até consigo ajudar,
o mais velho mendigo,
que queira voar!
 
O sentimento...
 
O sentimento
é difícil de explicar,
é melhor que o pensamento,
ou um pássaro a voar.
 
O sentimento
permite-nos exprimir
a saudade ou carinho,
que estamos a sentir.
 
É uma coisa maravilhosa,
é o que nos faz viver,
pois se não o tivermos,
mais vale morrer...
 
 
O amor...
 
O amor é como água no meio de um deserto
ou areia no meio do mar,
tu és tudo o que eu mais quero,
o que mais posso desejar.
 
Se eu um dia me fosse,
tu me irias buscar,
por mares e terras profundas
tu ias-me encontrar.
 
Agora que voltei,
já me podes beijar,
vou ser a tua princesa
e tu o meu mar!
 
 
publicado por OPTD às 15:43

Um blogue de apoio às minhas aulas e a todos os que gostam da Língua Portuguesa (e Francesa) e tudo...
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


links
pesquisar
 
Contador (desde Julho 2009)

contador gratis
blogs SAPO