O Professor tira dúvidas

Março 13 2011

Escola Básica 2, 3 _____________

Língua Portuguesa

O Texto Narrativo

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZABCDEFGHIJKLMNOP

 

Como sabes, todas as narrativas têm uma espécie de receita, isto é, têm elementos obrigatórios que são habituais nas histórias.

Depois de escolheres o tipo de narrador (participante ou não) que queres para a tua história, escolhe um elemento de cada coluna e constrói umanarrativa criativa, com 3 partes, como de costume.

Podes fazer a caracterização (física e psicológica) das personagens, diálogo e juntar todos os pormenores que quiseres.

 Não te esqueças de dar um título à tua história, depois de a concluíres.

Podes escolher um elemento de cada coluna ou seguir uma linha.

Constrói o teu caminho!

Tempo

Espaço

Herói

Objectivo

Obstáculo

Amigo

Inimigo

Final

No séc. XIII

Lisboa

bruxa

sorte

iceberg

baleia

papagaio

?

No ano 3015

França

marinheiro

Paris

gato

duende

anão

?

Descobertas

campo

veterinário

Lua

pedra

fada

porco

?

Abril

praia

princesa

Amor

peixe

golfinho

orca

?

Inverno

escola

carteiro

anel

assassino

escritor

taxista

?

1998

montanha

aluno /a

comida

gangster

desconhecido

enfermeiro

?

2011

barco

rato

castelo

relógio

médico

costureira

?

Verão

EUA

polícia

Sol

frio

ilusionista

cozinheiro

?

Primavera

supermercado

professor

conhecimento

calor

pintor

espelho

?

 

Bom trabalho!

José Miranda

 

Grelha de Avaliação da Produção Escrita

  1. 20

 

4, Respeito pela proposta apresentada

5, Respeito pela matriz textual proposta

3, Coerência e coesão textual

5, Correcção morfossintáctica

1, Selecção lexical

1, Acentuação e ortografia

1, Criatividade e Originalidade

 

Nota : nos alunos disléxicos não serão tidas em conta as questões ortográficas; o mesmo para os alunos com necessidades educativas especiais, dificuldades de aprendizagem e estrangeiros.

 

publicado por OPTD às 18:33

Março 13 2011

Escola Básica 2, 3 _______________

Língua Portuguesa

O Texto Narrativo

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZABCDEFGHIJKLMNOP

  1. Ouve com atenção e completa a coluna da esquerda.
  2. Ouve uma segunda vez e completa a coluna da direita.

Sons

Sensações

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. Agora escreve uma história com base no que ouviste e sentiste. Lembra-te das regras de escrita dos textos e não te esqueças de dar um título no final.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

José Miranda

Bom trabalho!

 

 

publicado por OPTD às 18:32

Março 13 2011

Escola Básica 2, 3 _____________________

Língua Portuguesa

Classes e subclasses de Palavras

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ

Que nome és tu, afinal?

Perguntador: - Quem és tu?

Lápis :- Eu?!

Perguntador: - Sim, tu! Vês mais alguma pessoa aqui ao pé de nós?

Lápis :- Eu sou um nome comum…

Perguntador: - De que género…?

Lápis :- Masculino.

Perguntador: - Não é isso, pá! Estou a perguntar que tipo de nome, percebes? Quero saber se és alguma coisa de jeito…

Lápis :- Alguma coisa de jeito?! Como uma mesa ou uma cadeira?!

Perguntador: - É que isso de seres comum… parece-me muito sem graça.

Lápis :- Enganas-te! Sou um nome comum extraordinariamente importante! Sou o Lápis!

Perguntador: - Que original… Um Lápis…!

Lápis :- Estás a gozar comigo?!

Perguntador: - Claro que estou! Queres coisa mais banal do que um lápis? Ainda se fosses Afonso… ou Portugal… ou Humanidade…

Lápis :- Mas aí eu já era um nome próprio…

Perguntador: - Lá está! Muito mais importante! Davas o nome a uma pessoa que é, de certa forma, única!

Lápis :- Mas os nomes comuns são imprescindíveis! Eles estão em todo o lado!

Perguntador :- Que maçada! É que eu ando à procura de um nome colectivo e não há meio de o encontrar…

Lápis:- Não percas a esperança… Mas o que é isso?

Nisto entrou uma multidão perseguida por uma matilha enfurecida e o Lápis e o Perguntador tiveram de fugir do Porto…

Margarida Fonseca Santos, Chamem-lhes nomes!, Lisboa : Texto Editora, 2009, pp.11, 12 (adaptado)

Os NOMES são das palavras mais numerosas e importantes da Língua Portuguesa. Vamos descobrir porquê?

 

  1. Indica no quadro seguinte os NOMES escondidos no meio de outras palavras, com um N. Observa o exemplo.

 

um

o Afonso

fugir

a mesa N

a cadeira

a multidão

de

eles

o Porto

estão

a matilha

enfurecida

 

  1. Que diferenças encontras entre os NOMES que assinalaste e as outras palavras?

Os Nomes indicam…

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

  1. O que pode vir antes do NOME nas palavras do quadro 1.?

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________

  1. Podemos então concluir que os NOMES geralmente designam :

 __________________, ___________________ e grupos de seres…

 

  1. Arruma agora os NOMES que indicaste em 1. no quadro seguinte :

 

 

NOMES

 

1.P__ __ P ___ ___ ___ __

2.__ O __ ___ __ __

3.__ ___ L __ __ T __ __ __ __

 

mesa

 

 

 

 

 

  1. Por que razão dividiste os NOMES por estes três grupos desta forma?

_______________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

  1. A que corresponde cada coluna? Completa.

 

A coluna 1 corresponde aos NOMES ______________, isto é, as palavras que se referem a entidades únicas, coisas ou ______________ e por isso se escrevem com letra __________________.

A coluna 2 é a dos NOMES ____________, ou seja, a maioria dos NOMES, não se referindo precisamente a um em especial, mas a um elemento dessa espécie em geral. Escrevem-se sempre com letra _________________.

A coluna 3 é a dos NOMES _________________, palavras no número ____________ que designam conjuntos plurais de seres, coisas ou _______________.

 

  1. Completa os balões seguintes com mais três NOMES das mesmas subclasses.

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. Para terminar, escolhe pelo menos sete palavras dos balões e escreve com elas um texto criativo (poema, diálogo ou narrativa) No final, dá um título ao teu texto.

Bom trabalho!

José Miranda

 

publicado por OPTD às 18:30

Maio 25 2010
http://www.scribd.com/doc/7273546/Significados-de-O-Tombo-Da-Lua
http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/6236/1/O%20homem%20que%20engoliu%20a%20lua.pdf
 
Proposta de guião de leitura orientada
O tombo da Lua de Mário de Carvalho
 
Antes de ler
1.       Com base na imagem e no título do conto faz um pequeno texto onde resumas as ideias / expectativas relativamente ao conto que vais ler.
Depois de ler
2.       Ordena as seguintes frases de acordo com a sequência do texto:
 
Os vizinhos tentam fazer com que o Andrade vomite a lua. ___
O Presidente da Junta sugere que não se faça nada. ___
O Andrade engole a lua. ___
A filha do Andrade preocupa-se com a sanita nova. ___
O Zé Metade canta um fado. ___
O Andrade boceja. ___
A mãe de Zé Metade culpa Andrade do sucedido. ___
 
3.       Para cada afirmação indica Verdadeiro ou Falso. Justifica as afirmações falsas.
 
a)      O narrador lembra-se perfeitamente do dia em que tudo aconteceu. ___
b) O Zé Metade era um homem infeliz pelo acidente que tinha sofrido. ___
c) A boca do Andrade era das mais competitivas da zona ocidental. ___
d) Apesar de ser de noite, o beco acorreu a ver o que tinha sucedido. ___
e) Todos se entenderam quanto ao que haviam de fazer para resolver a situação. ___
Ler melhor
4.       Caracteriza o tempo em que se passa a acção do conto.
5.       Como caracterizarias o espaço onde decorre a acção?
6.       Indica o tipo de narrador do texto, justificando a tua opinião.
7.       Na tua opinião, quem é a personagem principal do texto? Justifica.
8.       Caracteriza a personagem principal física e psicologicamente.
9.       Por que razão engoliu o Andrade a Lua? Justifica.
10.   Como reagiram os habitantes do Beco? Porquê?
11.   Concordas com a solução encontrada para este estranho caso? Justifica.
12.   Que importância dás à Lua? Expõe o teu ponto de vista.
Aprender mais
13.   Liga as palavras seguintes aos seus sinónimos os sinónimos:
sói
colocassem
postado
bazófia
escorreito
estranho
farronca
calado
moita
limpo
abespinhava-se
bisturi
escanifobética
costuma
escalpelo
Irritava-se
prantassem
colocado
 
14.   Reparaste no registo popular em que as personagens falam. «Corrige» as expressões seguintes para um registo corrente:
 
Ó ‘nha mãiii…
Lá a calari
Ina cum caraças
Tadinho
Óvistes
 
15.   Identifica as figuras de estilo presentes nas frases seguintes:
 
Entrou a descer devagar, ressaltou numa ponta de nuvem … e foi enfiar-se
Ficou um vinco como dobra em papel de seda
Atira o maior arroto que jamais se viu
 
Escrever mais
 
16.   Continua a história, contando como a Lua saiu do Andrade…
 
José Miranda (c)
publicado por OPTD às 08:51

Maio 16 2010

 

Guião de Leitura de Imag
o de leitura de imagem – grelha

 

1. Observa atentamente a imagem.


Preenche a grelha com os dados/pormenores que fores observando.
1. Identificação da imagem:
2. Descrição:
Tipo de imagem;
Suporte
Assunto: realidade representada;
Planos e acções.
Composição:
. espaço/luz
. linhas
. movimento
. formas
. cores
3. Interpretação Função
2. Com base nos registos que acabaste de fazer, apresenta a tua leitura da imagem, num texto de 15 a 20 linhas (150 a 200 palavras).

 


 

"Antes de Começar": Produção escrita - Ficha de trabalho

 

 

Ficha de trabalho n.º
Disciplina: Língua Portuguesa
Tema: Expressão escrita
Ano/turma:
Professor:
Data:
Antes de Começar: Produção escrita
1. Observa as fotografias.




Companhia Teatral do Chiado

2. Com base nos teus conhecimentos sobre a peça Antes de Começar, redige um possível diálogo entre o Boneco e a Boneca sugerido pelas fotografias.

 

publicado por OPTD às 17:00

Julho 07 2009

Questionário Global: "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhã" de Jorge Amado

 

"O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá" Jorge Amado
1. Que relação há na obra entre o Gato e a Andorinha?
2. Quem são os responsáveis pela narração desta história? Explica devidamente as tuas referências.
3. Comenta a divisão da obra a partir das estações do ano.
4. Por que motivo o capítulo inicial está fora do seu lugar habitual?
5. Como justifica o narrador a existência dos "parêntesis "?
6. Como é caracterizado o Gato no início da obra?
7. Caracteriza o Gato Malhado antes de conhecer a Andorinha e depois.
8. Quais os motivos que estão na base da alteração do comportamento do Gato após o primeiro encontro com a Andorinha.
9. Comenta a alteração do comportamento do Gato após o afastamento da Andorinha.
10. Justifica a atitude dos pais da Andorinha face ao "seu namoro" com o Gato.
11. Explica o papel da Vaca Mocha no desenrolar da acção.
12. Faz uma lista de todos os animais do Parque e mostra a opinião que cada um tinha sobre o Gato Malhado.
13. Comenta o desenlace da história.

 


 

"Falar a Verdade a Mentir" - Ficha de Verificação de Leitura

 

Ficha de Verificação de Leitura
Disciplina: Língua Portuguesa
Tema: Leitura
Ano/turma:
Professor:
Data:
Falar a Verdade a Mentir
Assinala as afirmações verdadeiras.
1. Joaquina, Brás Ferreira e Amália chegaram "ontem à noite", de vapor à cidade
a. do Porto.
b. de Coimbra.
c. de Lisboa.
2. José Félix e Joaquina encontram-se "ainda são mal nove horas"
a. numa hospedaria.
b. na casa do general Lemos.
c. na casa de Brás Ferreira.
3. José Félix e Joaquina são
a. criados e namorados.
b. criados do General Lemos.
c. criados de uma família ilustre e amigos de longa data.
4. Segundo Joaquina, o seu amo Brás Ferreira
a. é um negociante rico em viagem de negócios.
b. é um ricaço que veio casar a sua única filha.
c. é um negociante arruinado do Porto.
5. Amália estava desesperada, porque o seu pai queria
a. afastá-la de Duarte e casá-la com um noivo rico.
b. afastá-la de Duarte por ser pobre.
c. pôr fim ao seu noivado com Duarte se o apanhasse a mentir.
6. Joaquina e José Félix propõem-se ajudar Amália
a. para assegurarem o seu trabalho.
b. porque consideram a atitude de Brás Ferreira injusta.
c. para poderem receber o dote prometido e assim também casarem.
7. Duarte era um jovem
a. mentiroso nato.
b. cheio de qualidades, mas pobre.
c. com juízo e bom coração, mas infiel.
8. Duarte jura que tudo o que diz é verdade, embora
a. algumas histórias possam parecer estranhas.
b. invente detalhes para embelezar a realidade.
c. as pessoas não acreditem nas suas histórias.
9. José Félix assume várias personalidades
a. com o objectivo de dar uma lição a Duarte.
b. para salvar Duarte dos maus negócios em que se tinha metido.
c. e torna realidade as mentiras de Duarte.
10. Após conversa com Brás Ferreira, o General Lemos
a. lamenta ter causado o rompimento do noivado entre Duarte e Amália.
b. revela a sua indignação por Duarte ter faltado aos compromissos.
c. lamenta o rompimento do noivado, mas acha que a mentira tem de ser punida.
11. Duarte pode casar com Amália porque
a. Brás Ferreira nunca chegou a descobrir as mentiras de Duarte.
b. o General Lemos não revelou a identidade de José Félix.
c. Brás Ferreira teve de cumprir a sua promessa, embora reconhecesse ter sido enganado.
12. Esta peça de teatro possui
a. dezassete cenas.
b. um acto e dezassete cenas.
c. três actos divididos em várias cenas.

 

netprof

publicado por OPTD às 16:29

Maio 03 2009

 

Ficha de avaliação da expressão oral
Data:__/__/__
Nome do aluno: _____________________________________________________
Trabalho/artigo/notícia: _______________________________________________
Adoptou uma postura corporal e adequação de voz correcta?
Deu a seriedade necessária à apresentação?
Apresentou as ideias mais importantes?
Falou correctamente, sem hesitações e frases inacabadas?
Interessou os ouvintes?
Apreciação Global
(de 1 a 5)
Nome do aluno: _____________________________________________________
Trabalho/artigo/notícia: _______________________________________________
Adoptou uma postura corporal e adequação de voz correcta?
Deu a seriedade necessária à apresentação?
Apresentou as ideias mais importantes?
Falou correctamente, sem hesitações e frases inacabadas?
Interessou os ouvintes?
Apreciação Global
(de 1 a 5)
Nome do aluno: _____________________________________________________
Trabalho/artigo/notícia: _______________________________________________
Adoptou uma postura corporal e adequação de voz correcta?
Deu a seriedade necessária à apresentação?
Apresentou as ideias mais importantes?
Falou correctamente, sem hesitações e frases inacabadas?
Interessou os ouvintes?
Apreciação Global
(de 1 a 5)
Observador: ____________________________________


 
Ficha de trabalho n.º
Disciplina: Língua Portuguesa
Tema – Compreensão/Expressão oral
Ano/turma:
Professor:
Data:
Apresentação
Objectivo da actividade: conhecer-me e o conhecer o outro.
I – Preenche o seguinte questionário:
1. o traço principal da minha personalidade ____________________________
2. o meu principal defeito ___________________________________________
3. o que mais aprecio nos meus amigos ________________________________
4. o que detesto acima de tudo _______________________________________
5. a minha ocupação preferida ________________________________________
6. a minha cor preferida _____________________________________________
7. a flor que mais gosto ______________________________________________
8. o meu animal preferido ____________________________________________
9. a minha música preferida _________________________________________
10. o meu herói preferido/a minha heroína preferida _____________________
11. o desporto que mais gosto _________________________________________
12. o filme que me marcou ___________________________________________
13. o país em que gostaria de viver ____________________________________
14. o meu "cúmulo" de felicidade _____________________________________
15. o meu maior desgosto seria ________________________________________
16. o que eu gostaria de ser ___________________________________________

II – Com base nas respostas que deste, apresenta-te à turma.
publicado por OPTD às 22:17

Janeiro 05 2009

Vai ser necessário adquirir O Cavaleiro da Dinamarca de Sophia Andresen.

publicado por OPTD às 00:15

Novembro 05 2008

Aspectos não verbais
Voz/expressão vocal
  1. Intensidade : forte-fraca-fraquíssima
  1. Altura : fina-grave-muito grave
  1. Timbre : natural-artificial-velado-agressivo
  1. Pronúncia/dicção : clara-deficiente
  1. Melodia/entoação : variada-igual
  1. Tom : sério-jocoso
  1. Ritmo : rápido-lento
Mímica/gestos
  1. Jogo fisionómico/expressão facial
1.1. Testa : autoritária-caída
1.2. Sobrancelhas : serenas-pesadas
1.3. Olhos : alegres-tristes
1.4. Lábios : petulantes-tristes
  1. Movimento das mãos : nulos-para reforçar a mensagem
  1. Movimento do corpo : variado-nulo
Corpo
Postura corporal : variada-flexível-muito relaxada

(Mendonça, Moura, Moreira, Vieira, & Silva, 2003, Métodos e Técnicas de Expressão Oral, Asa, 46)
Docs. José Miranda
 
publicado por OPTD às 08:02

Outubro 30 2008

Fichas de Compreensão e Expressão escrita e oral, funcionamento da língua...

 

http://www.app.pt/materiaisdidacticos/

publicado por OPTD às 22:10

Um blogue de apoio às minhas aulas e a todos os que gostam da Língua Portuguesa (e Francesa) e tudo...
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


links
pesquisar
 
Contador (desde Julho 2009)

contador gratis
blogs SAPO