O Professor tira dúvidas

Abril 25 2012
Nem rei nem lei, nem paz nem guerra,
define com perfil e ser
este fulgor baço da terra
que é Portugal a entristecer –
brilho sem luz e sem arder,
como o que o fogo-fátuo encerra.

 

Ninguém sabe que coisa quere.
Ninguém conhece que alma tem,
nem o que é mal nem o que é bem.
(Que ância distante perto chora?)
Tudo é incerto e derradeiro.
Tudo é disperso, nada é inteiro.
Ó Portugal, hoje és nevoeiro...

 

É a Hora!

 

 

 

 

 

publicado por OPTD às 10:42

"Quando vieste tudo ficou certo
e achei achando-te o País de Abril”

Abaixo o nevoeiro! Viva o sol que há 38 anos Salgueiro Maia nos deu! 25 de abril SEMPRE!

A suspeita do costume a 25 de Abril de 2012 às 21:56

Et in aeternum...

Habito o sol dentro de ti
Descubro a terra, aprendo o mar,
por tuas mãos, naus antigas, chego ao longe,
que era sempre tão longe, aqui tão perto.

Tu és meu vinho. Tu és meu pão.
Guitarra e fruta. meu navio,
este navio onde embarquei
para encontrar dentro de ti, o país de Abril.

E eu procurava-te nas pontes da tristeza
cantava adivinhando-te cantava,
Quando o país de Abril se vestia de ti
e eu perguntava quem eras.

Meu amor por ti cantei. E tu me deste
um chão tão puro, algarves de ternura.
Por ti cantei, à beira-povo à beira-terra
e achei achando-te o país de Abril
e achei achando-te o país de Abril.

ouve aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=wuqDvG81q5k


Eu quero Abril
mas sobra abril
eu quero Sol
mas sobra nevoeiro
eu quero Acreditar
mas faltam Palavras
e sobram palavras
e tenho as mãos fechadas
para tantos sonhos
abertos no horizonte

longe
OPTD a 26 de Abril de 2012 às 14:24

Um blogue de apoio às minhas aulas e a todos os que gostam da Língua Portuguesa (e Francesa) e tudo...
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12

15
16
17
19
20
21

22
23
24
27
28

29
30


links
pesquisar
 
Contador (desde Julho 2009)

contador gratis
blogs SAPO