O Professor tira dúvidas

Janeiro 31 2012

 

Com base nos textos das páginas 56-70 do manual, respondam, em pares e sucintamente, às seguintes questões:

 

1. Quando começa e termina o Renascimento?

2. Define Humanismo com as tuas palavras.

3. Define classicismo.

4. Descreve o Renascimento em Portugal.

5. Indica a) a(s) data(s) de nascimento e morte de Camões, b) quem era o monarca na época de Camões, c) uma característica física e psicológica de Camões.

6. Nos poemas das pp. 61-62, o que se refere de comum sobre Camões?

7. Nas pp. 63-64, há dois excertos de peças sobre Camões. Como é caracterizado Camões e a sua mãe? (10 palavras cada)

8. Indica a data de publicação d'Os Lusíadas, das Rimas e do Auto dos "Enfantriões"?

9. O que é uma epopeia?

10. Quais são as partes de uma epopeia?

11. Em que se inspirou Camões para escrever Os Lusíadas?

12. Explica o título Os Lusíadas?

13. Quantos cantos têm Os Lusíadas?

14. Que tipo de estrofe há n'Os Lusíadas?

15. Quantas sílabas métricas têm Os Lusíadas?

16. Em que parte da história começam Os Lusíadas?

 

 

publicado por OPTD às 09:56
Tags:

Janeiro 30 2012

 

http://desporto.sapo.pt/multimedia/fotos/cartoon/

publicado por OPTD às 10:06

Janeiro 25 2012

Num terraço de Quimeras me assentei,

cansado o coração, pesada a alma,

as doces recordações pela calma

lembrando e o mais que já não terei.

 

Ó ligeiros Sonhos que em vão dourei,

ternuras suaves em vis tornadas,

ó nuvens de Juno tão desejadas,

que por vós em fria pedra fiquei!

 

De quem é a culpa desta Ilusão,

desta alegria em tormento vertido?

Tu, só tu, ingénuo coração.

 

Assim que só por Imaginação

minha e tanto amor breve perdido

sofro eu e vivo em tamanha paixão.

publicado por OPTD às 17:27

Janeiro 25 2012
 
 
Com que voz chorarei meu triste fado,
que em tão dura paixão me sepultou.
Que mor não seja a dor que me deixou
o tempo, de meu bem desenganado.

Mas chorar não estima neste estado
aonde suspirar nunca aproveitou.
Triste quero viver, poi se mudou
em tisteza a alegria do passado.

Assim a vida passo descontente,
ao som nesta prisão do grilhão duro
que lastima ao pé que a sofre e sente.

De tanto mal, a causa é amor puro,
devido a quem de mim tenho ausente,
por quem a vida e bens dele aventuro.

 

publicado por OPTD às 13:07

Janeiro 23 2012

publicado por OPTD às 20:50

Janeiro 20 2012

 

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Onomatopeia onomatopeias

http://forum-patria.forum-livre.com/t1928-classe-das-preposicoes preposições

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Interjei%C3%A7%C3%A3o

http://www.prof2000.pt/users/lurdes_soa/Ficha%20infointerjei%C3%A7%C3%B5es.htm interjeições

 

 

Usando pelo menos 9 das expressões abaixo, conta uma história começada por «Era uma vez...»

 

onomatopeias interjeições preposições

truz truz

toc toc

pling

bum

cocoró

catrapum

oxalá

oh

ui

apre

adeus

bravo

 

à

àqueles

com

para

de

perto de

 

publicado por OPTD às 18:18

Janeiro 20 2012

Não se faz, mas vamos pontuar isto, porque sim...

Desculpa, S!

 

 

 

***

 

As ondas do mar quebravam uma a uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só para mim




( “ Dia do Mar “ 2005, Lisboa, Editorial Caminho)



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=1376#ixzz1jz4LVIOb

 

Inicial

 

O mar azul e branco e as luzidias
Pedras O arfado espaço
Onde o que está lavado se relava
Para o rito do espanto e do começo
Onde sou a mim mesma devolvida
Em sal espuma e concha regressada
À praia inicial da minha vida



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=447#ixzz1jz4ZYLlG

 

Liberdade

 

O poema é
A liberdade

Um poema não se programa
Porém a disciplina
Sílaba por sílaba
O acompanha

Sílaba por sílaba
O poema emerge
Como se os deuses o dessem
O fazemos



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=213#ixzz1jz4k9xwn

 

Musa

 

Aqui me sentei quieta
Com as mãos sobre os joelhos
Quieta muda secreta
Passiva como os espelhos

Musa ensina-me o canto
Imanente e latente
Eu quero ouvir devagar
O teu súbito falar
Que me foge de repente



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=357#ixzz1jz52u1IH

 

 

As imagens pouco brilhantes, mas a música e a letra sim...

 

 

 

 

Camões e a tença

Irás ao paço. Irás pedir que a tença
Seja paga na data combinada
Este país te mata lentamente
País que tu chamaste e não responde
País que tu nomeias e não nasce

Em tua perdição se conjuraram
Calúnias desamor inveja ardente
E sempre os inimigos sobejaram
A quem ousou ser mais que a outra gente

E aqueles que invoscaste não te viram
Porque estavam curvados e dobrados
Pela paciência cuja mão de cinza
Tinha apagado os olhos no seu rosto


Irás ao paço irás pacientemente
Pois não te pedem canto mas paciência

Este país te mata lentamente



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=107#ixzz1jz5MjKc6

 

 

Duas leituras do mesmo poema:


 

+++

 

 

 

publicado por OPTD às 08:09

Janeiro 10 2012

 

Usando apenas os pronomes pessoais e os verbos nos tempos que desejares, cria uma história...

 

Por exemplo:

 

Ele sorriu.

Ela fingiu que não viu.

Eles olharam-se.

Eles beijaram-se.

Ela sorriu.

Ele fugiu...

 

Pode acabar melhor...

 

 

http://profteresa.no.sapo.pt/pdf2007/modostemposverbais.pdf tabela

 

http://www.prof2000.pt/users/tcaetano/pages/espaços1.htm ex verbos

 

http://www.conjuga-me.net/ conjugador

 

http://educar2005.do.sapo.pt/lp/tempo_verbos1.html jogo para praticar

 

 

 

 

 

http://www.prof2000.pt/users/amsniza/pron-psal.htm exercício

 

publicado por OPTD às 14:53

Janeiro 10 2012

Num mínimo de 50 palavras e num máximo de 70 palavras, escreve um texto em que dês a tuas opinião sobre um livro real ou imaginário indicando o autor, título e exemplos do livros (partes da história, catracterísticas das personagens...).

Usa obrigatoriamente e na ordem que quiseres estes 10 advérbios:

 

hoje

sim

não

inicialmente

bem

antigamente

agora

finalmente

amanhã

muito

 

http://portuguesonline.no.sapo.pt/adverbios.htm

 

 

publicado por OPTD às 14:37

Janeiro 09 2012

 

 

Uma Aventura Literária 2012

http://www.uma-aventura.pt/index.php?s=novidades&id=36&title=Concurso_Uma_Aventura_Literaria_2012

 

 

 

Librería Atrevida

http://laatrevidaconcurso.blogspot.com/2012/01/caros-amigos-atraves-desta-carta.html

publicado por OPTD às 16:35

Um blogue de apoio às minhas aulas e a todos os que gostam da Língua Portuguesa (e Francesa) e tudo...
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
24
26
27
28

29


links
pesquisar
 
Contador (desde Julho 2009)

contador gratis
subscrever feeds
blogs SAPO